segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Submergindo...

Ando por estes dias
Perdida dentro de mim
Entre o sopro de um suspiro
E um turbilhão de emoções!
Tenho a mente povoada por palavras
As sílabas atropelam-se numa correria desenfreada
Tento conjugar os verbos
Arrumar os sujeitos
E complementar tudo, com complementos
Directos e indirectos
Mas… Nem uma frase!
As horas de escrita já se foram
A inspiração morreu contigo
Negro pássaro castrador…
Restam-me este emaranhado de sílabas
Desorganizadas
De pensamentos soltos e tresloucados
Resta-me o sopro da brisa do mar
Que em tarde soalheira
Me refresca o rosto e aquece o olhar!

2 comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails