terça-feira, 30 de agosto de 2011

Janela sobre o mar



Daquela janela olhei o mar, lá ao fundo calmo, azul, brilhante!!!
Senti-me de novo criança, com os pensamentos soltos e os olhos repletos de esperança. 
Aquela janela, em tudo fruto da natureza, apareceu ali providencialmente na hora certa. Nunca me havia passado pela cabeça que fosse possível voltar a sentir-me criança e ela, a janela, proporcionou-me esse acontecimento...

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails